Estamos no WhatsApp.

Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

20% DE DESCONTO NA PRIMEIRA COMPRA | FRETE GRÁTIS PARA COMPRAS ACIMA DE R$900 | PARCELAMENTO EM ATÉ 10X SEM JUROS
Carrinho de Compras

Que tal uma Espadrille?

Publicado por Cris Gurgel em
Que tal uma Espadrille?

Sempre atenta aos desejos de suas clientes e conectada às demandas de mercado, a Denise Gerassi acaba de incorporar uma preciosidade à sua coleção – as consagradas espadrilles!

Como não poderia deixar de ser, os novos modelos trazem no design o ícone da marca – o couro de pirarucu.

Elegantes e confortáveis, as espadrilles DG foram desenvolvidas em duas versões: a flat Boyrá, e a Vivá com salto anabela. Quer uma espadrille diferenciada? Escolha um modelo DG.

Chico Buarque nos convida: “que tal um samba?”. Nós também te estimulamos: que tal uma espadrille DG?

Origem das espadrilles

As primeiras espadrilles femininas surgiram na idade média, na Península Ibérica. Com solado feito de espardenya - uma fibra abundante na região mediterrânea – passou a ser chamada de espadrille. Resistentes, acessíveis e de baixo custo, eram usadas por camponeses.

Séculos depois, nos anos 1940, conquistaram os pés das atrizes Grace Kelly e Rita Hayworth e a tendência se propagou. Nos anos 1960, o estilista Yves Saint Laurent se apaixonou pela ideia e se apropriou do acessório, arrebatando corações mundo afora. Genial e criativo, como sempre, pediu que o fabricante espanhol Castañer agregasse saltos ao modelo original. As espadrilles ganharam glamour.

Tornaram-se referência de moda nos anos 1970, em perfeita combinação com os caftans e vestidos esvoaçantes criados por Laurent. Atualmente, totalmente inserida às tendências de moda e ao descolado estilo boho, se encaixam em qualquer produção ou estação, com sofisticada simplicidade.

As espadrilles DG, acrescentando a tudo isso o especialíssimo couro de pirarucu, emocionam e encantam!

Versatilidade e Sustentabilidade

Muito bem alinhada aos conceitos de sustentabilidade, tão valorizados pela marca DG, o processo de fabricação original das espadrilles segue artesanal. Solado de corda trançado com fibras vegetais biodegradáveis e cabedal (parte superior e corpo) confeccionado em lona de algodão.

As Espadrilles DG, foram desenvolvidas em duas versões:

Modelo flat Boyrá– a alpargata em lona de algodão, com bordas desfiadas e biqueira em couro de pirarucu. Disponível nas combinações de lona off white com biqueira de pirarucu preto ou lona caramelo com biqueira de pirarucu Tobacco.

 

Modelo sandália Vivá – com salto anabela de 7cm, confeccionada em lona de algodão e frente aberta em couro de pirarucu, sola em corda e traseira em tear com fita de algodão para amarração no tornozelo. Esse modelo está disponível em três cores: Offwhite, verde militar e preto.

 

Que tal uma espadrille DG? Quer melhor combinação para nossas bolsas em pirarucu?

← Publicação mais antiga Publicação mais recente →